Kit Didático Controle De Velocidade CA com Freio de Foucault

Eletrotécnica

DESCRIÇÃO

Kit didático destinado ao estudo de partida de motores utilizando método de partida direta e por inversor de frequência. O equipamento permite que o usuário insira, de forma controlada, carga ao eixo do motor para verificação do seu funcionamento sob diferentes condições de trabalho, sendo possível a inserção de defeitos elétricos para treinamentos na prática de manutenção.

Os principais experimentos a ser atendidos são: Estudo e entendimento de sistemas de partida de motores utilizando inversor de frequência, Interpretação de esquema elétrico de ligação por meio de sinótico, com representação de circuito de potência e comando, Percepção das diferenças na partida do motor por meio do inversor de frequência e partida direta, Permitindo a inserção de carga controlada sobre o motor através de freio eletromagnético, Inserção de defeitos elétricos personalizados, à escolha do professor, simulando falhas em componentes e conexões elétricas.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS:

O equipamento composto por estrutura autoportante em alumínio anodizado e aço carbono, com dimensões de aproximadamente 1850x700x700mm (AxLxP) e possui alimentação 380Vca trifásica.

COMPONENTES:

Sistema freio magnético:

- Freio com disco de alumínio tipo Foucault;

- Dispositivo regulador de velocidade;

- Dispositivo medidor de força exercida pelo freio: dinamômetro de 5kgf, com célula de carga tipo S, associado a um visualizador com display LCD de 06 dígitos, teclas de função e conversor A/D de 24 bits.

- Acionado por motor de indução trifásico CA, potência 1,5cv, tensão: 380Vca; 4 polos com fator de potência em 100% mínimo de 0,78 e rendimento em 100% igual ou superior a 81,5;

Painel elétrico:

- Espaço para circuito de funcionamento e análise do aluno e espaço de controle de acionamento de falhas e alimentação geral.

- Possibilidade de partida do motor via método eletromecânico direto e eletrônico.

- Inversor de frequência características: alimentação 380Vca, potência 1,1kW; frequência de saída ajustável de 1 a 400Hz, frequência de chaveamento ajustável de 2 a 16kHz, 3 entradas analógicas 0...10Vcc, -10...10Vcc, 0...20mA, 4..20mA, 07 entradas digitais com funções configuráveis, 1 saída analógica (0...10Vcc ou 0...20mA); 3 saída a relé configurável, terminal de operação e programação no próprio inversor, ajuste de velocidade por potenciômetro eletrônico incorporado ao inversor, 1 porta de comunicação MODBUS/CanOpen, atendendo as certificações: UL e CSA. Circuito do equipamento serigrafado e pontos de medições por bornes de segurança 4mm das principais conexões elétricas, de forma a disponibilizar a busca dos defeitos inseridos.

- Amperímetro para medição de corrente elétrica, dispositivos para desligamento de emergência, comandos, sinalização.

- Interface homem máquina (IHM): ligada ao inversor, permitindo alteração e supervisão de parâmetros como: tensão de linha, frequência, proteção térmica, corrente, torque, rampas de aceleração e desaceleração, etc....

- Módulo para inserção de 12 defeitos, inseridos através de chaves comutadoras.

ACOMPANHA A BANCADA:

- Multímetro digital, display LCD iluminado, função de medição TRUE RMS AC, leituras de tensão DC de 20m/200m/2/20/200/1000V e AC de 20m/200m/2/20/200/750V, leitura de corrente DC 200μ/2000μ/20m/200m/2/10A e AC de 200μ/2000μ/20m/200m/2/10A, leitura de resistência de 200/2k/20k/200k/2M/20MΩ, função de mudança de faixa automática/manual, função de auto desligamento, função de registro de valor mín/Max, precisão de pelo menos 0,7%, CAT III 600V.

- Manual de instruções com informações relativas à segurança e utilização de acordo com a norma NR-12, item 12.13.3, contendo, 05 experimentos práticos, de forma a explorar os recursos do sistema.

NORMATIZAÇÃO:

• A bancada atende às normas de segurança e fabricação vigentes, incluindo a NR-12 no que for aplicável, devidamente assegurados através de análise de risco e anotação de responsabilidade técnica (ART) emitida por profissional legalmente habilitado.

• A bancada atende ao item 12.5.2 da norma NR-12: “Os sistemas de segurança devem ser selecionados e instalados de modo a atender aos seguintes requisitos:

a) ter categoria de segurança conforme apreciação de riscos prevista nas normas técnicas oficiais.

      b) estar sob a responsabilidade técnica de profissional legalmente habilitado.

c) possuir conformidade técnica com o sistema de comando a que são integrados.

d) instalação de modo que dificulte a sua burla.

e) manterem-se sob vigilância automática, ou seja, monitoramento, se indicado pela apreciação de risco, de acordo com a categoria de segurança requerida, exceto para dispositivos de segurança exclusivamente mecânicos.

f) paralisação dos movimentos perigosos e demais riscos quando ocorrerem falhas ou situações anormais de trabalho.”.

• A bancada possui manual de instruções com informações relativas à segurança em todas as fases de utilização, estando eles de acordo com a norma NR-12 item 12.13.3 “Os manuais de máquinas e equipamentos, nacionais ou importados, fabricadas a partir da vigência deste item, devem seguir as normas técnicas oficiais ou internacionais aplicáveis”, norma ABNT NBR 16746.